Carregando Eventos

« Todos Eventos

  • Este evento já passou.

MIMO Paraty 2017

outubro 6 - outubro 8

Livre
Paraty aquece os motores para receber Elza Soares e Emicida no MIMO

MIMO PARATY

O MIMO Festival surgiu em 2004, na cidade de Olinda (PE) com uma proposta inédita. A de realizar concertos gratuitos com o melhor da música instrumental, do Brasil e do mundo, no interior das igrejas do Centro Histórico da cidade Patrimônio Cultural da Humanidade.

Recebido calorosamente pelo público e pela crítica, o MIMO Festival enriqueceu a sua programação em 2005, acrescentando aos concertos e ao Festival MIMO de Cinema  (que exibe filmes inéditos no circuito comercial em que o tema central é a música) uma consistente Etapa Educativa. Assim foi consolidado o conceito do MIMO Festival: a junção de música, cinema, patrimônio e educação.

A consagração inicial aliada à originalidade do formato – que contempla diferentes plateias, gêneros e ritmos – deu fôlego ao evento e permitiu ao festival se expandir para os pátios das igrejas, teatros e praças públicas e, também, para outras cidades-patrimônio: inicialmente, Recife e João Pessoa e, mais tarde, Ouro Preto, Paraty e Tiradentes.

Ao longo de 11 anos, o MIMO Festival recebeu mais de 880 mil pessoas e se tornou um movimento cultural permanente. Divulga a música plural em seus canais digitais, realiza edições do Circuito MIMO pelo Brasil e lança editais de fomento cultural, como o Prêmio MIMO Instrumental, que revela jovens músicos de todo o País e os insere na programação oficial.

Em 2015, o MIMO amplia ainda mais o seu alcance e chega ao Rio de Janeiro, que celebra os 450 anos de sua fundação.

O MIMO é o ponto de contato entre você e a música do mundo!

 

Sobre o evento:

Consagrado como o maior festival gratuito de música instrumental do Brasil, o MIMO Festival chega à 14ª edição anual reunindo atrações dos cinco continentes, entre concertos, filmes, palestras, poesia e workshops, tendo sempre a música como protagonista, e as praças públicas, igrejas e teatros de cidades históricas como seus principais palcos.

Atrações internacionais inéditas no país, como o harpista colombiano Edmar Castañeda, o veterano senegalense Cheikh Lô, o multiartista cabo-verdiano Mário Lúcio Sousa e o jovem grupo ucraniano Dakhabrakha dão uma ideia da pluralidade do evento em 2016, que contará também com consagradas atrações nacionais, como Elza Soares, Hamilton de Holanda e Emicida recebendo como convidado especial o mestre Wilson das Neves.

Depois de atravessar o Atlântico e estrear com majestade em Portugal, em julho deste ano, para um público de 24 mil pessoas e atrações nobres como Pat Metheny e Ron Carter, Tom Zé e Vieux Farka Touré, o MIMO volta ao Brasil levando parte do evento para as cidades de Tiradentes e Ouro Preto, em Minas Gerais, entre os dias 7 e 9 de outubro, em formato de Circuito (uma versão reduzida do festival, mas com a mesma excelência). Serão três dias de atrações nas duas cidades, sempre valorizando seu patrimônio histórico e cultural.

Em seguida, o MIMO Festival ocupa a belíssima Paraty, entre os dias 6 e 8 de outubro, com uma programação completa, para, literalmente, lavar a alma.

No mês de novembro, será a vez das cidades do Rio de Janeiro  e Olinda, com mais novidades. Entre as atrações confirmadas, estão o maior cantor do highlife (gênero de Gana que influenciou diretamente o afrobeat), Pat Thomas, que fará a sua estreia em território nacional, acompanhado pela Kwashiru Area Band, e Totó La Momposina, que convidará o público a uma imersão nos ritmos e sonoridades marcantes da cultura latino-americana.

Crescendo a cada ano, em tamanho e programação, em seus 14 anos o MIMO Festival já reuniu mais de um milhão de espectadores, em 344 shows gratuitos, com mais de 3.300 músicos, e 800 horas de música ao vivo. Para este ano, estão previstos cerca de 50 concertos ao total, para um público estimado em 130 mil pessoas nas cinco cidades.

Realizado anualmente desde 2004, sempre esteve intrinsecamente associado ao patrimônio, à cultura e à educação. Todas as suas atividades são oferecidas gratuitamente e acontecem em cidades com forte valor histórico e reconhecidas mundialmente pela preservação de seus patrimônios culturais. Sua extensa programação, dedicada à música instrumental, erudita e popular, reúne concertos de nomes consagrados e novas tendências do Brasil e exterior.

O MIMO ocupa, com excelência, espaços representativos dos locais onde se realiza, como igrejas, museus e parques. As atividades promovem a reflexão sobre a diversidade da produção artística local e dos diferentes panoramas mundiais e atendem a vários públicos durante a sua realização.

MIMO já recebeu nomes como Buena Vista Social Club, Madredeus, Ibrahim Maalouf, Toninho Horta, Chucho Valdés, Richard Bona, Egberto Gismonti, Chic Corea, Richard Galliano, Guinga, Isaac Karabtchevsky e Nelson Freire. As cidades lotam. MIMO é hoje o segundo maior evento de Olinda, e só perde para o Carnaval da região, chegando a reunir cerca de 60 mil pessoas quando o MIMO passa pela Praça da Sé, em Olinda.

O festival também fomenta a produção artística nacional através do Prêmio MIMO Instrumental, que seleciona grupos e músicos brasileiros para se apresentarem no mesmo palco dos convidados. E deixa um legado por onde passa através da Etapa Educativa. A cada edição, os artistas convidados são convocados a ministrar aulas para crianças, jovens, estudantes de música e profissionais em busca de aprimoramento. Esta fase do festival é composta por aulas, workshops, oficinas e máster classes. As atividades também são gratuitas e mais de 20 mil alunos já foram beneficiados.

Em 2016, o MIMO concretizou o seu processo de expansão internacional, chegando à Europa. Portugal foi o país escolhido pelas afinidades como Brasil e o perfil do festival. Amarante, uma bela cidade da Região Norte do país, com construções que respiram história e berço de ilustres nomes da cultura portuguesa, recebeu a primeira edição internacional do festival, que reuniu 24 mil expectadores e apresentou atrações de luxo como Pat Metheny e Ron Carter, Tom Zé e Vieux Farka Touré. A imprensa internacional cobriu amplamente este lindíssimo evento brasileiro.

NÚMEROS DO MIMO FESTIVAL (em 12 edições)

· Mais de 1 milhão de espectadores
· 180 filmes exibidos gratuitamente
· 344 concertos apresentados com entrada franca
· Mais de 3.300 músicos participantes
· Mais de 20 mil alunos beneficiados na Etapa Educativa
· Mais de 950 horas de música
· Presença de artistas de países como: Mali, Cuba, EUA, Argentina, França, Alemanha, Camarões, Bélgica, Portugal, Itália, Ucrânia, Portugal, Coreia do Sul, Jamaica, Escócia, Índia, Suíça, Espanha, Colômbia e Jordânia, entre outros

Detalhes

Início:
outubro 6
Final:
outubro 8
Preço:
Livre
Evento Categoria:
Evento Tags:
, , , ,

Organizador

Local