Confira o Programa Educativo da FLIP 2019 na íntegra!

Programa Educativo – FLIP 2019

Eixo fundamental do Programa Educativo da Flip, a Biblioteca Comunitária Casa Azul foi fundada em 2005 e hoje abrange mais de 17 mil livros catalogados, com foco em literatura infantil e juvenil.

A Biblioteca desenvolve diversas atividades educativas, artísticas e literárias durante todo o ano, com ações como saraus, encontros de mediação de leitura e oficinas de formação relacionadas ao universo do livro e da leitura. O trabalho realizado na instituição está essencialmente vinculado à comunidade da Ilha das Cobras, bairro de alta vulnerabilidade social de Paraty, com tradições vinculadas à cultura caiçara, e à Rede de Bibliotecas Comunitárias de Paraty. Contribuímos com a formação de aproximadamente oitenta pontos e salas de leitura. Além das doações, nos últimos dois anos, distribuímos dezoito Módulos Biblioteca e temos mais cinco em processo de entrega – esse é um sistema que permite o rodízio dos livros e a renovação periódica do acervo.

Em 2019, de maneira inédita, a Biblioteca estará de portas abertas durante os dias da Festa Literária, com programação especial. Além do acesso a pé para a sede na Ilha das Cobras, que dura 15 minutos desde o Centro Histórico, estamos preparando um barco que transportará o público gratuitamente entre esses dois espaços: os locais de programação da Flip e nossa sede na Ilha das Cobras.

FlipZona (Laboratório Criativo de Audiovisual)
Este ano, antes da Flip, em parceria com o Instituto Asas, o Programa Educativo terá um esquenta da Central FlipZona. O Laboratório Criativo de Audiovisual é uma oficina de experimentação artística e documental para jovens, que tem como temas geradores a vida e obra de Euclides da Cunha, integrando as temáticas discutidas pela Festa Literária ao território e aos habitantes de Paraty.
O Laboratório visa ainda preparar o grupo do projeto Jovem Repórter, que existe desde 2009, na Flip, e que conta com apoio do Instituto Asas Comunicação Educativa há três anos. A oficina Jovem Repórter reúne 25 jovens estudantes paratienses para realizar a cobertura jornalística da Festa, de maneira colaborativa, com o suporte de diferentes mídias. Essa é uma atividade de grande engajamento e uma maneira especial de aproximar a população local ao Autor Homenageado e a nossa programação. Para o domingo, 14.07, último dia de Flip, estamos preparando a exibição dos vídeos na Central FlipZona.

Experiências Gráficas
Nos meses que antecedem a Festa Literária, o Desdobras Raras, grupo que promove as artes do livro, realiza na Biblioteca Comunitária Casa Azul, pela primeira vez, uma série de oficinas dedicadas ao universo do papel e à cultura gráfica – experiências, técnicas, linguagens, artes e design. Essas oficinas serão conduzidas por Estela Vilela e Irlani Carvalho.
Durante a Flip, a Biblioteca recebe uma residência criativa que tem como objetivo estimular a participação direta do público com a apresentação de técnicas de corte e dobra, encadernação, colagem, estêncil, pintura, desenho e outras linguagens.

Ciclo do Autor Homenageado
Em encontros que acontecerão nos dias 6 e 7 de junho, na Casa da Cultura de Paraty, serão apresentadas a programação da Flip e a implantação da Festa Literária na cidade.
Pensado na aproximação dos jovens e estudantes de Paraty com os temas que envolvem o Autor Homenageado e os autores convidados desta edição, o Ciclo contará com a presença da escritora e jornalista Marilene Felinto, que participa do Programa Principal. A autora ministrará uma série de oficinas de análise da representação negativa da imagem do negro na literatura, na sociologia de intelectuais contemporâneos de Euclides da Cunha, bem como na imprensa e na mídia do século 19 até o Brasil atual. A oficina desenvolverá dinâmicas de composição e análise crítica de imagens e textos literários, ensaísticos e jornalísticos.

Formação de Mediadores de Leitura
A cada ano, o Programa Educativo da Flip oferece formação em mediação de leitura para educadores de Paraty. Ao longo dos últimos anos, foram formados mais de 400 mediadores que atuam em salas de aula, bibliotecas comunitárias e dentro do seu círculo de relacionamento. Os mediadores também conduzem atividades de mediação de leitura durante a Flip. A formação terá participação de Beto Silva. Durante a Flip, os mediadores estarão presentes nos Pés de livro e também em ações na Biblioteca Comunitária Casa Azul.

Atividades durante a Flip

Central Flipinha
A Central Flipinha compõe o eixo das ações educativas realizadas durante a Flip. Localizada no centro da Praça da Matriz, durante os cinco dias da Festa Literária, este é um espaço de convívio entre gerações, onde são desenvolvidas oficinas, mediação de leituras e rodas de conversas com autores convidados. Como nas edições anteriores, um acervo de livros selecionados estará disponível a todos os visitantes. Parte da programação contará com ações da Rede Mar de Leitores das Bibliotecas Comunitárias de Paraty.

Pés de livro
Mediadores de leitura, formados pelas ações educativas da Flip, estimulam jovens e crianças a usufruírem dos Pés de Livro, instalações realizadas nas árvores da Praça da Matriz nas quais obras literárias ficam à disposição dos pequenos e grandes leitores durante os cinco dias da Festa Literária.

Central FlipZona / Oficina Jovem Repórter na Flip
Atividade educativa dirigida a estudantes das escolas públicas de Paraty, a oficina compreende ações de formação crítica, atividades práticas de cobertura jornalística, debates e produção de peças midiáticas, documentando o ambiente da Flip e estreitando o relacionamento do jovem com o universo da literatura. No último dia, teremos, no Auditório da Praça, a exibição dos vídeos na Central FlipZona.
Apoio: Instituto Asas Comunicação Educativa

guidonietmann

guidonietmann

Guido Nietmann é fotógrafo e mora há 7 anos em Paraty. Em parceria com a fotógrafa Roberta Pisco, criou a Fotos Incríveis, empresa especializada que atua com fotografia imobiliária, gastronômica, fotografia aérea, fotografia de produtos e também com ensaios. Apaixonado por Paraty, não se cansa de retratar as belezas da cidade e nutre uma paixão  especial pela Igreja de Santa Rita! Contato e mais informações: www.fotosincriveis.com.br

Deixe aqui sua opinião sobre este assunto!