Roger afirma que não viria a Paraty no Mimo “nem que pudessem pagar seu cachê”

Foi com um comentário arrogante e pretensioso que Roger da banda Ultraje a Rigor, fez pouco do festival Mimo tão logo publicamos o esclarecimento da publicação da organização do festival afirmando que apenas um documentário sobre a banda seria exibido no festival> O fato ocorreu logo após o vídeo do festival que anunciava a banda causar bastante protestos contra a participação do músico, conhecido por suas posições políticas reacionárias.

Irritado com a notícia, Roger afirmou na página do VaiParaty que não viria a Paraty “Nem se pudessem pagar seu cachê! Veja o Print:

Vale lembrar ao Roger e sua banda de animadores de entrevistas, que inúmeras atrações com cachês bem maiores que o da banda Ultraje (cerca de 50 mil reais, segundo https://vejasp.abril.com.br/cidades/rock-paulista-anos-80/) tem se apresentado com frequência na cidade. Artistas que reúnem um público bem maior que o Ultraje e seu vocalista, por sinal.

guidonietmann

guidonietmann

Guido Nietmann é fotógrafo e mora há 7 anos em Paraty. Em parceria com a fotógrafa Roberta Pisco, criou a Fotos Incríveis, empresa especializada que atua com fotografia imobiliária, gastronômica, fotografia aérea, fotografia de produtos e também com ensaios. Apaixonado por Paraty, não se cansa de retratar as belezas da cidade e nutre uma paixão  especial pela Igreja de Santa Rita! Contato e mais informações: www.fotosincriveis.com.br

3 comentários em “Roger afirma que não viria a Paraty no Mimo “nem que pudessem pagar seu cachê”

    • guidonietmann
      17 de setembro de 2018 em 10:27
      Permalink

      Qual parte de “estamos comemorando a sua ausência” seu dito super-capacitado cérebro não foi capaz de entender? De qualquer forma, agradecemos a audiência. Clicou no banner tb? kkkk

      Resposta

Deixe aqui sua opinião sobre este assunto!