Venha, mas com cuidado! Acidentes dificultam a vida de quem vai a Paraty pela Paraty-Cunha neste dia 31.

Aos turistas que buscam informações sobre a trafegabilidade da Paraty-Cunha, dois avisos importantes:

A estrada está funcionando, livre para tráfego de veículos pequenos. Entretanto, apesar de ser responsabilidade do Governo Estadual, a estrada só está trafegável graças aos esforços da prefeitura de Cunha, da prefeitura de Paraty, e PRINCIPAMENTE, graças a um grupo anônimo de empresários que desde as chuvas fortes de novembro vem cuidando da estrada e custeando boa parte dos materiais, veículos e mão de obra para manutenção da estrada do próprio bolso! Foram mais de 20 barreiras caídas, dezenas de árvores tombadas, calhas entupidas, e muito mais. O Mutirão foi organizado pelo whatsapp, em um grupo autodenominado SOS Paraty X Cunha. Antes de mais nada, em nome do VaiParaty gostaria de dar os parabéns e nosso muito obrigado a cada um desses guerreiros. 

Veja abaixo algumas imagens de um acidente acontecido ontem por volta das 14h, e de um gol abandonado na última noite na estrada. O veículo teria sido roubado e foi abandonado pelo ladrão.

Carros envolvidos em acidente por volta das 14h do dia 30/12
Carros envolvidos em acidente por volta das 14h do dia 30/12

 

Veja como

Veículo abandonado teria sido roubado. Ladrão conseguiu fugir.

 

Confira como estava a estrada Paraty-Cunha em novembro, antes da ação do grupo SOS Paraty-Cunha

Mais de 20 barreiras caídas, dezenas de árvores e calhas totalmente entupidas atrapalharam a vida de quem quis usar a estrada em novembro. Situação só melhorou graças ao grupo SOS Paraty-Cunha
Mais de 20 barreiras caídas, dezenas de árvores e calhas totalmente entupidas atrapalharam a vida de quem quis usar a estrada em novembro. Situação só melhorou graças ao grupo SOS Paraty-Cunha
guidonietmann

guidonietmann

Guido Nietmann é fotógrafo e mora há 7 anos em Paraty. Em parceria com a fotógrafa Roberta Pisco, criou a Fotos Incríveis, empresa especializada que atua com fotografia imobiliária, gastronômica, fotografia aérea, fotografia de produtos e também com ensaios. Apaixonado por Paraty, não se cansa de retratar as belezas da cidade e nutre uma paixão  especial pela Igreja de Santa Rita! Contato e mais informações: www.fotosincriveis.com.br

3 comentários em “Venha, mas com cuidado! Acidentes dificultam a vida de quem vai a Paraty pela Paraty-Cunha neste dia 31.

  • 22 de janeiro de 2019 em 11:42
    Permalink

    Pelo amor de Deus e pela familia que vocês têm NÃO TRAFEGUEM NESSA ESTRADA. ESSA É A VERDEIDA ESTRADA DA MORTE. A foto acima é muito bonita, mas o trecho que começa em Paraty é inaceitável para qualquer estrada do mundo. Muito ingrime com curvas superfechadas, não se consegue ver o carro no sentido oposto, e pior de tudo vários pontos não cabem dois carros e muitos caem na ribanceira fácil. Meu carro superaqueceu e enquanto aguardava o guincho, um outro carro havia acabado de cair na ribanceira pelo simples fato de freiar e ninguém percebia que ali havia caido um carro. na estrada conversei com nativos que relataram ser corriqueiro isso. Inclusive um carro havia caido pelo desmoronamento de um pedaço da estrada. Fiquei duas horas na estrada e só vi coisas horriveis. Viajo muito por todo o Brasil e nunca vi coisa igual. Acreditem em mim, a vida é preciosa, não trafeguem nessa estrada e por favor divulguem
    para as pessoas desavisadas. Essa é a Estrada da MORTE. TRECHO DE PARATY PARA CUNHA.
    JANEIRO DE 2019

    Resposta
  • 22 de janeiro de 2019 em 12:32
    Permalink

    Pelo amor de Deus e pela familia que vocês têm NÃO TRAFEGUEM NESSA ESTRADA. ESSA É A VERDEIDA ESTRADA DA MORTE. A foto acima é muito bonita, mas o trecho que começa em Paraty é inaceitável para qualquer estrada do mundo. Muito ingrime com curvas superfechadas, não se consegue ver o carro no sentido oposto, e pior de tudo vários pontos não cabem dois carros e muitos caem na ribanceira fácil. Meu carro superaqueceu e enquanto aguardava o guincho, um outro carro havia acabado de cair na ribanceira pelo simples fato de freiar e ninguém percebia que ali havia caido um carro. na estrada conversei com nativos que relataram ser corriqueiro isso. Inclusive um carro havia caido pelo desmoronamento de um pedaço da estrada. Fiquei duas horas na estrada e só vi coisas horriveis. Viajo muito por todo o Brasil e nunca vi coisa igual. Acreditem em mim, a vida é preciosa, não trafeguem nessa estrada e por favor divulguem
    para as pessoas desavisadas. Essa é a Estrada da MORTE.
    JANEIRO 2019

    Resposta
  • 9 de fevereiro de 2019 em 11:59
    Permalink

    Você pode dar sorte de ao descer/subir estar tranquilo a serra e se achar o máximo, mas a realidade desta serra é bem diferente, já subi várias vezes e só está piorando, olhem no site o tanto de acidentes registrados e tenho certeza que não é nem perto da quantidade real de acidentes, não adianta também ficar nesta desça engrenando, respeite a velocidade, porque a serra simplesmente não é “SEGURA”.

    Resposta

Deixe aqui sua opinião sobre este assunto!